seo
своими руками
Sábado, 05 Janeiro 2013 23:08

A Quarta e a quinta viagem.

Continuando...Viajar é preciso...

Ao pensar em um titulo para dar inicio a mais uma Historia, ou seja, contar mais uma viajem , pensei ... Oque é realmente importante? Deveria iniciar colocando o numero referente a sequencia que seria a quarta viagem? Numerar as viagens ou contar às coisas que aconteceram?  Conclui que é mais importante contar às coisas que marcaram de uma forma ou de outra na minha vida e também na vida das pessoas que Deus colocou em meu caminho.

Pensando desta forma e pedindo que a fonte suprema me inspire a seus serviços me veio à lembrança.

Depois de algum tempo de descanso em casa na companhia de meus queridos, se faz necessário justificar novamente a minha existência como costuma dizer meu amigo o poeta Pimenta. 

Dando graças a meu criador que me capacita para toda a obra fui buscar novamente uma carga para obter o necessário para a manutenção da família.

Surgiu então uma carga para Barra do Garças no Mato Grosso.

Carreguei em Bela Vista de Goiás e pela madrugada lá estava eu novamente na estrada.

Como é bom dar graças a Deus por tudo que recebemos, ao fazer isso não importa qual seja nosso trabalho, conseguimos executa-lo com prazer.

Carreguei em Bela Vista de Goias para Barra do Garças MT. Desta vez a distancia era pequena entre a origem e o destino da mercadoria coisa de 400 km.

Sem problemas percorri rapidamente o percurso e logo estava com o caminhão vazio novamente. Vamos então buscar uma carga de retorno. Eis a questão não existia carga de retorno. Então restava analisar as alternativas, depois de ouvir as informações sobre carga, a decisão mais racional seria seguir para uma cidade mais distante mesmo que isto me afastasse mais de nossa casa.

Carreguei então para uma cidade chamada Canarana estado do MT. na esperança de lá conseguir um retorno. Tudo transcorreu dentro da normalidade, mas o que me chamou a atenção e gostaria de dividir foi o desabafo que ouvi de uma Mãe.

Costumo guardar o dia de Sábado conforme esta determinado nos 10 mandamentos Bíblicos. Era uma sexta feira e então busquei preparar as coisas que iria precisar para o dia seguinte. Pensei em fazer um churrasquinho na beira de um rio que encontrasse na estrada e desta forma fui à busca dos preparativos. Tinha uma cozinha no caminhão, mas me faltava o gás para poder usar o fogão. Buscando resolver isso entrei em uma loja que vendia vários produtos relacionados, não encontrei o que procurava, mas comentando com a Senhora Que me atendeu que a utilização do gás seria em uma cozinha de caminhão, aquela Senhora começou a me contar sua Historia. Na verdade era a historia sobre a vida do filho desta senhora.

Contou-me que seu filho havia sido caminhoneiro e com um semblante triste relatou a tragédia que aconteceu com ele.

Conforme ela contava seu filho era caminhoneiro já há bastante tempo e havia conseguido bons resultados pelo seu esforço nas estradas. Disse ela que aos poucos ele foi adquirindo mais alguns caminhões, más ele continuava sendo um dos motoristas. Um dia quando já possuía três conjuntos de caminhões de grande capacidade de carga, como era de costume seguia viajem em comboio com os demais caminhões que possuía.  Não me recordo dos detalhes, mas por alguns momentos ele se distanciou dos outros caminhões, e acabou sendo assaltado. 

Segundo contava sua mãe ele era muito esforçado na sua atividade, mas tinha alguns cuidados que não tomava com sua saúde.

Algo não estava normal em sua saúde e ao ser abordado pelos assaltantes acabou sofrendo um mal súbito e faleceu. Enxerguei na expressão do rosto daquela senhora que não havia sido somente seu filho a vitima naquela tragédia, percebi que ela própria havia morrido com seu filho, não fisicamente, mas em sua maneira pela qual contava o que seu filho foi e como foi abreviada sua vida podia-se perceber o quanto uma mão sofre numa tragédia como esta.

Parecia que sua alegria de viver havia acabado com este acontecimento. Isso me levou a refletir, pois lembro sempre da minha Mãe e o quanto sei que sou importante para ela.

Pergunto-me... Quantos já experimentaram esta dor e peço como diz minha querida Mãe que Deus nos livre e guarde deste tipo de acontecimento. Infelizmente a vida nas estradas como caminhoneiro ou em qualquer atividade tem seus riscos. Mas maior é nosso Deus que nos protege a todo instante. Como é bom sentir que Deus esta conosco e nos sentirmos protegidos. Viajei por quase todo o pais e não senti medo, pois estava sempre buscando em Deus andar em seu caminho e percebia que ele me conduzia no meu.

Isso sempre me traz a lembrança uma frase que ouvi muito tempo atrás, não sei exatamente em que parte da Bíblia esta escrito, mas sei que esta na Bíblia. A frase é a seguinte “Deus não é homem para que minta” escrevi esta frase na testeira de meu caminhão.

Quer dizer o seguinte.

Se andarmos segundo o que Deus nos orienta através da sua palavra ele estará sempre conosco. E Deus não é homem para que minta, então pode ter certeza faça isso e coloque a prova. Deus estará sempre com aqueles que o buscam agindo segundo a sua orientação.

Continuando a contar a viagem...

Daqui em diante considerando como sendo a quinta viagem....

Meu destino agora era Araguari Minas Gerais, estava carregado com soja de Canarana MT  para  Araguari MG.

Esta foi a única vez que carreguei uma carga a granel foi de soja a granel a única carga que estava disponível naquela cidade.

O meu caminhão tinha capacidade de carga menor que a dos costumeiros Bitrens e Rodo-trens graneleiros que costumam carregar este tipo de carga, mas para minha sorte,  seria sorte ou providencia ? Aceitaram carregar o meu caminhão também, do contrario teria que esperar outro tipo de carga e isso poderia demorar sabe-se lá quanto tempo.

Mas felizmente esta carga me levaria para casa novamente, estaria passando por Goiânia carregado e depois Iria para Araguari. Depois de ficar em casa no final de semana me apresei em descarregar , mesmo tendo chegado em Araguari a noite era perto de meia noite quando cheguei, a principio pensei em dormir no primeiro posto que encontrei, estava frio e tinha bastante neblina.

Logo que parei o caminhão veio ao meu encontro uma mulher oferecer sua companhia, era muito jovem e também muito bonita, estava vestindo um pesado casaco daqueles usados em climas muito frios. Ao se aproximar da cabine do caminhão, ao mesmo tempo que falava comigo já foi abrindo seu casaco e mostrando seu corpo que estava completamente despido.

Pensei então, oferecimento tentador, disse isso a ela, mas se eu aceitasse estaria cedendo a tentação e esta fraqueza, já me causou muito arrependimento no passado e me afastou de Deus. E depois sempre vinham as consequências, no mínimo muito peso na consciência. Se tudo na vida são provas então eu teria que vencer esta prova.

Sempre tive muita pena de quem esta numa condição como a daquela jovem, acho difícil julgar a atitude de quem se coloca nesta condição. 

É fácil acusar, mas será que as circunstancias da vida deixam opção ?  Acredito que, em muitos casos possa ser a falta de capacitação para o trabalho, algumas pessoas chamam  estas mulheres de mulher da vida fácil, mas penso que não deve ser fácil, ter que se sujeitar a todo tipo de risco ao qual estas pessoas estão se expondo, pode ser um preço muito alto a ser pago. Prefiro Não julgar.

Prova vencida.  Nisto encontrei um motorista andando no patio do posto e fui pedir informação sobre o local onde deveria descarregar fiquei sabendo que o descarregamento era 24 horas. Esta noticia me levou a buscar o local e descarregar ao invés de dormir, normalmente existem filas enormes para descarregar soja e o quanto antes eu fosse para fila, maiores as chances.

Decisão acertada, era mais ou menos duas horas da madrugada e eu já estava descarregando, talvez devido ao frio e a neblina muitos escolheram dormir e isso me beneficiou.

Ainda pude dormir um pouco antes de amanhecer e tão logo acordei pensei, aonde seria o ponto mais próximo para carregar novamente. Como eu sabia que em Uberaba existiria carga de novo para Goiânia e eu não estava muito distante, apesar de ter que andar vazio o que não seria uma boa ideia, desejando carregar novamente, nem pensei muito e acelerei pra lá.

Última modificação em Sábado, 26 Abril 2014 23:11